Pratagy
Pratagy Beach All Inclusive Resort reúne natureza e diversão em Maceió
10 julho, 2019
6 motivos para visitar o Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa, na Bahia
10 julho, 2019

Sair de férias contribui para a saúde do seu coração

Exatamente! Viajar nas tão queridas férias, por puro lazer, divertimento, sossego e descanso, contribui para a saúde do seu coração. A conclusão é de uma pesquisa realizada durante 40 anos pela Universidade de Helsinque, na Finlândia. A pesquisa foi apresentada em uma conferência europeia de cardiologia, que aconteceu em Munique.

De acordo com o estudo, as pessoas que saem de férias durante menos de três semanas por ano têm 33% mais de chances de morrerem de doenças cardíacas do que pessoas que saem de férias e descansam durante mais de três semanas. O motivo para isso é tão simples quanto óbvio: férias são uma das melhores maneiras de aliviar o estresse, um dos maiores inimigos da saúde no séc. XXI.

O estudo começou na década de 1970 e envolveu 1.222 homens de meia-idade nascidos entre 1919 e 1934. Todos corriam risco de doença cardíaca, devido a fatores como pressão alta, tabagismo ou excesso de peso. Metade recebeu instruções para se exercitar, comer sensatamente, atingir um peso saudável e parar de fumar. Os outros não receberam nenhum conselho extra.

A pesquisa, no entanto, descobriu que aqueles que receberam esses conselhos regulares para terem uma vida mais saudável continuaram com maior probabilidade de morrerem de doenças cardíacas. A razão? Manter uma rotina regrada de exercícios físicos e dieta contribuiu, principalmente, para aumentar o estresse dessas pessoas.

Mas nesse mesmo grupo – que recebeu as dicas – foi observado também que aqueles que tiraram mais de três semanas de férias diminuíram em 37% a chance de desenvolverem problemas cardíacos. Ou seja, sempre será válido comer bem e manter hábitos saudáveis de vida, sem nunca esquecer que o melhor deles e que traz mais benefícios para a saúde é viajar.