tecnologia
Lacte 14: Fernando Campos media debate sobre tecnologia
28 fevereiro, 2019
premio inbrasc
FLYTOUR entre as 5 finalistas do Prêmio INBRASC
1 março, 2019

Barcelona ou Madri? Veja o que tem de mais interessante

Barcelona e Madri são mundialmente conhecidas pela boa mesa, pela animadíssima vida noturna e pela paixão pelos seus respectivos times de futebol, o Real Madrid e o Barça. No entanto, assim como Cristiano Ronaldo e Messi são jogadores com estilos totalmente diferentes, as maiores cidades espanholas são inconfundíveis e cheias de personalidade, a começar pela geografia e o idioma. No centro da Espanha, a capital está a centenas de quilômetros do mar, enquanto a metrópole catalã se abre para o Mediterrâneo. Enquanto madrilenos falam espanhol, a maioria dos barceloneses têm o catalão como idioma materno (ainda que também hablen castallano). Veja o que cada uma tem de mais interessante:

A gastronomia

Você vai encontrar paella e tapas, os dois estandartes da cozinha espanhola, tanto em Madri quanto em Barcelona. Mas os restaurantes e bares de cada uma dessas cidades também têm as suas exclusividades. Um dos representantes da cozinha tradicional da capital espanhola é o cocido madrileno, um prato com “sustância” feito com grão de bico cozido com verduras, batatas e carnes variadas, incluindo chouriço, morcela, toucinho e linguiça. Além disso, em qualquer bar de Madri que se preze não pode faltar o típico bocadillo de calamar, uma baguete recheada com anéis de lula empanada.

Por estar à beira mar, Barcelona é uma cidade onde reinam os pratos à base de peixes e mariscos. Uma das receitas imbatíveis é a esqueixada de bacalao, uma salada com bacalhau, pimentão e cebola. Mas nada é mais catalão do que o simples e maravilhoso pà amb tomàquet: pão com tomate e alho esfregados, azeite e uma pitada de sal. Outra delícia típica é a crema catalana, uma versão local do crème brûllée francês.

Os traços culturais

A tourada é tida como um ícone cultural espanhol. E, de fato, touros e toureiros ainda levam o público ao delírio na arena de Las Ventas, em Madri. Já na Catalunha, e portanto em Barcelona, a prática foi proibida há vários anos e as plazas de toros foram desativadas. O flamenco, ainda que seja um ritmo originário do sul da Espanha, é bastante celebrado em Madri, em lugares animadíssimos como a Casa Patas e o Café de Chinitas . Já em Barcelona, a dança de raiz é a sardana, um baile de roda praticado em praças públicas.

Os museus

Madri é uma cidade monumental, com avenidas majestosas, praças imponentes e edifícios que lembram a pompa parisiense. Tal grandeza também se aplica a seus museus, sobretudo o Museo del Prado e o Thyssen Bornemisza , que concentram as obras mais importantes produzidas pelos mestres espanhóis, tais como Goya, Velázquez, Murillo, entre outros. Em Barcelona, a graça está nos pequenos museus dedicados a interesses específicos, como é o caso da Fundación Miró, dedicada ao catalão Joan Miró, do Museu Picasso e do MACBA , o principal centro de arte contemporânea do país.

Os grandes ícones

Madri é o endereço da monarquia espanhola e o Palácio Real é um de seus edifícios mais imponentes – visitar o seu interior dá uma ideia da grande potência que a Espanha foi no passado. Outro símbolo da cidade é a Plaza Mayor, a praça mais impressionante do centro de Madri.

Já em Barcelona, o cartão postal absoluto é a espetacular Sagrada Família, a igreja (ainda em construção) à qual Antoni Gaudí dedicou grande parte da sua vida. O arquiteto também ergueu casas de formas insólitas como a Batlló e a La Pedrera , e decorou o famoso Park Güell com mosaicos coloridos.

Leia também Um relato de uma brasileira que viveu em terras catalãs.